terça-feira, 15 de maio de 2012

MANCHA SOLAR 'RA1946' CAPTADA EM FOTO, NA ITÁLIA

Crédito: Stefano De Rosa, Turim, Itália.  Publicação: CNN em 11-05-2012


"Nós não fomos sempre conscientes de tempestades solares e do vento solar. E ainda estes fenômenos podem ter conseqüências de longo alcance para a humanidade. A compreensão da interação Sol-Terra nos permitirá avaliar o seu impacto em nossas comunicações e nosso ambiente ."   
(Agência Espacial Canadense- CSA)
                                        


A bela imagem acima foi captada pelo fotógrafo Stefano De Rosa, em Turim, na Itália. O ponto negro na superfície solar refere-se a uma mancha solar, recentemente identificada, e que foi chamada pela NASA de "MANCHA MONSTRUOSA".


Detalhe: as manchas solares  se movem juntamente com a rotação do Sol, apresentando um período em que, muitas vezes, ficam voltadas diretamente para a Terra! Nesta imagem, do dia 11 de maio, vemos a mancha solar iniciando  seu percurso, de frente para o nosso Planeta (compare com a imagem abaixo, a localização da mancha registrada em momento anterior ao da foto acima)


Esta mancha solar é conhecida como RA1946 e segundo os pesquisadores do Laboratório de Dinâmica Solar da NASA, é muito grande, com um diâmetro de mais de 96.500 Km.



Mancha Solar RA1946 (Fonte:NASA. Publicação:CNN)

Manchas solares são fenômenos temporários causados por intensa atividade magnética. A maioria dos flares solares e ejeções de massa coronal (CME), são originários desta região.
Veja AQUI o posicionamento das manchas em tempo real.


Grandes Flares são associadas com ejeções de massa coronal, que são grandes massas de partículas solares jogadas no espaço a uma velocidade de 3 a 4.8 milhões de quilômetros por hora!



Também geram tempestades geomagnéticas que podem causar blecautes e danos às usinas e satélites, bem como iluminar o campo magnético da Terra gerando as Auroras . Também aumentam consideravelmente a chegada de raios nocivos aos astronautas em órbita e até nós, aqui na Terra.




                                                         Crédito:SOHO Solar and Heliospheric Observatory


 "Se voltada para a Terra, essa efusão de energia pode interagir com a nossa magnetosfera, infundindo moléculas na atmosfera com a energia extra que então é liberada. Enquanto auroras são bonitas de se ver, emanações eletromagnéticas do sol também carregam algum risco. A energia de raios-x a partir de erupções solares podem mudar as condições na atmosfera superior da Terra, o que pode atrapalhar ou até mesmo derrubar satélites de comunicação off-line."
(Fonte: National Geografic). Para ver mais, clique aqui.



O Sol é fluido, ele não gira como um corpo rígido. Uma mancha próxima ao equador precisará de cerca de 25 dias para completar uma rotação. Uma mancha próxima ao pólo, se houver alguma, vai precisar de um mês para completar a viagem. 

Lembre-se: as pessoas NUNCA devem olhar diretamente para o sol, usar sempre filtros solares de grau em equipamentos ópticos, ou ver o sol com métodos indiretos , como projeção pinhole.

                                          


              
ENTENDA O QUE É TUDO ISSO!! OS MILHÕES DE PÓLOS MAGNÉTICOS DO SOL E O PODER ATÔMICO DAS EXPLOSÕES SOLARES








INFORMAÇÕES EXTRAS
 (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais-INPE / Brasil)

"No início de um ciclo de atividade, o campo magnético solar é basicamente bipolar com os pólos, a princípio, coincidentes com os pólos heliográficos.

O movimento de rotação dos gases solares, sendo mais rápido na região equatorial e mais lento nos polos, gera uma distorção nas linhas magnéticas solares que vão sendo arrastadas e distorcidas no Equador, de modo que passam a ser praticamente paralelas ao equador solar.

A linhas magnéticas vão retorcendo-se cada vez mais até o momento em que a pressão magnética provoca sua erupção (em forma de arco,ou ferradura). Na base das erupções, formam-se as manchas solares.

 Entretanto, na grande maioria dos casos a geometria da configuração do campo magnético destas regiões é extremamente complexa, envolvendo a interação de vários arcos de tamanhos e dinâmica distintos."





O QUE A AGÊNCIA ESPACIAL CANADENSE (CSA) TEM A DIZER


" Para cientistas e entusiastas informados,  a relação solar-terrestre está longe de ser simples. Mudanças estão ocorrendo, algumas das quais podem ter sérias conseqüências para a humanidade." 
(William Liu)




A variabilidade do Sol é melhor vista através do seu ciclo de manchas solares de 11 anos. Os episódios mais violentos ocorrem por períodos mais curtos.

Muitas vezes o que acontece é que a quantidade de fluxo magnético é maior do que poderia ser contida, criando um campo magnético intensificado, que corre para a superfície solar,liberando grande quantidade de massa interior.


Uma vez expostos, as partículas solares ou emitem radiação eletromagnética intensa (flares solares) ou são jogados para o espaço (ejeção de massa coronal).

A radiação eletromagnética, viajando na velocidade da luz, atinge a Terra.


Uma chama solar tipicamente afeta  a Terra por aquecimento e inchaço de toda a atmosfera, e, possivelmente, alterando a química da atmosfera do meio. Durante uma grande explosão solar, a radiação ultravioleta provoca um aumento no ozônio na Terra, e pode ter alguns efeitos a longo prazo." 

(William Liu, Ph.D. Program Scientist, Space Enviroment.Fonte: CSA)





O tamanho desta grande proeminência eruptiva solar em particular, é ilustrado com uma imagem da Terra , em tamanho proporcional. 
Esta proeminência, na sua extensão,   equivale a 35 Terras a partir do sol.
 As áreas mais quentes aparecem em BRANCO, enquanto as áreas mais escuras VERMELHAS, indicam temperaturas mais baixas.

 (Foto:SOHO.Fonte:CSA, por William Liu, Ph.D. Program Scientist, Space Enviroment)





Usando instrumentos cada vez mais sofisticados , o estudo intenso de manchas solares continua.
Observações a partir do espaço são mais eficazes porque a atmosfera da Terra obscurece o espectro eletromagnético.




Embora uma série de satélites de observação solar tenham sido lançados nos últimos 20 anos, muitas perguntas ainda precisam ser respondidas. Não podemos prever a temperatura e a luminosidade de uma mancha solar mesmo quando a intensidade do seu campo magnético é conhecido. Nós ainda não sabemos a origem ou a estrutura da demarcação umbra (região central, muito escura) / penumbra (halo menos escuro) das manchas solares. O quão profunda são as manchas solares e como a energia flui para a superfície do Sol também são desconhecidas.


Vários modelos físicos para o ciclo magnético solar, responsáveis ​​por manchas solares, têm sido sugeridos, mas não há consenso sobre um único modelo. A história toda sobre as manchas solares ainda tem de ser contada.

Os campos magnéticos são o motor da fonte de energia para todos os fenômenos de atividade solar. Esses campos, nas manchas solares,  são de 1.000 a 10.000 vezes mais intensos que o campo magnético da Terra; tão intenso que, na verdade, retardam o movimento da energia de dentro do sol.



(Crédito: Paul Charbonneau do Departamento de Física da Universidade de Montreal, em contribuição para CSA, em "Manchas Solares:Uma Breve História"-Parte2 de 2)




Na fase da máxima solar (que ocorre de 11 em 11 anos),ou seja , quando aparecem mais manchas na superfície do Sol, o astro Rei chega a ficar 0.15% mais brilhante









Links de monitoramento do Sol, em tempo real:










 MANCHAS SOLARES  JÁ FORAM CONSIDERADAS MONTANHAS E O SOL HABITADO!


Em 1609, Galileu desenvolveu um telescópio astronômico. Para os próximos três anos, o seu instrumento incrível revelou muitas manchas escuras na superfície do Sol. Este era contrário à doutrina do período, que sustentava que o Sol estava impecável.


Observações do jovem Johann Fabricius, do mesmo período, foi ainda mais longe. Depois de observar no dia-a-dia o movimento dos pontos sobre a superfície do Sol, ele concluiu que o Sol gira sobre seu próprio eixo.


Christoph Scheiner, outro contemporâneo de Galileu, provou a hipótese de Fabrício e Galileu, de que o Sol gira em torno de um eixo ligeiramente inclinado em relação ao plano da órbita da Terra.


A causa de manchas solares, no entanto, permanecia um mistério.As manchas solares foram algumas vezes descritas como montanhas escuras projetando-se através da atmosfera, ou como buracos na atmosfera luminosa do Sol, através do qual, a sua superfície escura e fria, podem ser vistos.


Alguns astrônomos influentes, incluindo William Herschel (biografia AQUI), ainda pensavam que o sol poderia ser habitado.


Um desenho pelo astrónomo Christoph Scheiner ilustra as trajetórias de duas grandes manchas solares atravessando o disco solar com seis meses de intervalo. (Credito: CSA)



"As manchas solares começaram como meras curiosidades astronômicas, mas rapidamente se tornaram o centro de um debate sobre a estrutura do universo. As novas teorias desafiaram a doutrina geocêntrica que mostrava a Terra no centro do universo em favor de uma cosmologia heliocêntrica, onde planetas orbitam o Sol, uma idéia originalmente concebida pelos antigos gregos e revivida por Copérnico no meio do século 16."

( Crédito: Paul Charbonneau do Departamento de Física da Universidade de Montreal, em contribuição para CSA, em "Manchas Solares:Uma Breve História"-Parte1 de 2)






* [ Manchas solares, porém, já haviam sido observadas desde a Dinastia Han (206 a.C.-220 d.C), com astrônomos chineses mantendo documentos escritos destas observações por séculos ] !!!!



*28 a.C. - Início do registro sistemático das manchas solares, pelos chineses (Gernet)


(Crédito: Wikipedia)







 IMAGENS ESTRANHAS CAPTADAS DURANTE O MONITORAMENTO SOLAR











Nós, seres humanos, em um planeta  tão privilegiado  dentro de seu Sistema Solar.... localizados em um ponto perfeito  e delicado de  EQUILÍBRIO .... Em um Universo de infinitas possibilidades, não sabemos quase nada. Temos "apenas" uma centelha  de consciencia diante desta imensidão! Sendo assim, deveríamos ser humildes, não em um sentido pejorativo, mas sim por reconhecermos que temos sorte, que SOMOS uma parte pequena de um TODO descomunal, e que ainda assim, podemos pensar sobre tudo isso!
Nínguem é o dono da Verdade. A Verdade é por si mesma. E assim, nos tornamos seres mutantes, evolutivos, por sempre estarmos reconhecendo que não sabíamos "nada", que tudo se "justifica" mais adiante... no "tempo".


VÍDEO MARAVILHOSO! ASSISTAM....



Crédito: Terje Sogjerd


Para ver o vídeo em tela maior, e em alta definição, acesse http://vimeo.com/21294655



Namaste!
Blue





Fontes:
http://mexico.cnn.com/tecnologia/2012/05/09/la-nasa-detecta-una-mancha-solar-tan-grande-que-la-considera-monstruosa
 http://www.asc-csa.gc.ca/eng/sciences/solar_storms.asp
http://www.asc-csa.gc.ca/eng/sciences/sunspots1.asp
http://www.asc-csa.gc.ca/eng/sciences/sunspots2.asp
http://www.das.inpe.br/ciaa/cd/HTML/sol/4_04.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/William_Herschel
http://rastationclub.blogspot.com.br/2012/05/laser-space-propulsion-7-mayo-2012-ra.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Medicina_tradicional_chinesa
http://www.if.ufrgs.br/ast/solar/portug/edu/sunspots.htm
Documentário History Chanel
Youtube
Wikipedia
Imagens de Terje Sogjerd

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...